[Artigo] - Três dicas fundamentais para melhorar a sua capacidade de comunicação e ter um relacionamento mais harmonioso

Três dicas fundamentais para melhorar a sua capacidade de comunicação e ter um relacionamento mais harmonioso


Você já reparou quantas vezes tenta comunicar algo e, parece que você diz uma coisa e as pessoas ouvem outra?

Quantas vezes já tentou falar com o seu namorado (a), esposo (a), companheiro (a) e acabam discutindo ou brigando porque sente que ele (a) não te entende, não te ouve ou “nunca” é claro em seus argumentos?

Você acha que ele (a) “sempre” está distraído quando você tenta conversar e “nunca” te dá as devidas atenções?

É provável que você tenha sentido frustração quando alguma conversa acabou gerando uma discussão.

A briga faz, muitas vezes, com que uma pessoa sinta que o outro não entende suas necessidades e pontos de vista e, isso pode, no mínimo, arranhar um relacionamento, ou acabar com ele.

Você já pensou que, talvez, você também não esteja sendo clara (o) em sua forma de se colocar?

Mesmo quando todos fazem um esforço para comunicar bem o que desejam, muita gente tem dificuldade de gerar uma comunicação eficaz.


Alguns pontos importantes a serem pensados são:

  • Reconhecer que, muitas vezes, nós também não nos comunicamos bem, mas ficamos frustrados que o outro não consiga nos entender.

  • Ou que, outras vezes, nos sintamos tristes porque não somos escutados, mas tantas vezes estamos correndo com mil tarefas e quando paramos, estamos tão cansados que não temos foco suficiente para ouvir, ou achamos que tudo está bem e as coisas são assim mesmo.

  • Ou ainda, quantas vezes as pessoas dizem coisas que não parecem claras para nós, mas não temos disposição, disponibilidade ou vontade de esclarecer os fatos.

Se prezamos nossos relacionamentos, será importante ter em mente que momentos de discussões acaloradas podem destruir um relacionamento.

Meu pai costumava dizer que “Um relacionamento é como um cristal. Se for riscado, nada irá tirar o risco”.


Algumas dicas para testar:

1. Quando precisar ter conversas sérias, observe se está descansada(o) o suficiente para estar atenta(o) e ouvir com disposição. Às vezes é melhor dizer que será mais eficiente ter aquela conversa séria quando os dois estiverem menos cansados e sem estresse; comunique que prefere assim, pois valoriza tanto o relacionamento que seu cansaço não permitiria estar tão atenta(o) quando gostaria. 


2. Se a conversa for inevitável, procure ouvir com a maior atenção possível e após a pessoa terminar de falar, pergunte-lhe o que ela está sentindo? E se não souber o que dizer, simplesmente diga: “Eu compreendo você. Eu gostaria de voltar a falar sobre isso amanhã e assim, podemos pensar com calma sobre isso”. Demonstre seu afeto pela pessoa. 

3. Se perder a mão e a conversa ficar acalorada e até mesmo se transformar em uma discussão onde sente que ambos estão perdendo o controle, respire fundo com calma, olhe nos olhos da pessoa e diga: “Você é tão importante para mim. Não desejo que nossa conversa crie um distanciamente entre nós. Vamos conversar com calma mais tarde”? Dar uma pausa é uma estratégia muito eficiente que tira o cérebro de zonas reativas.

Situações como essas acontecem com frequência, ainda mais quando há um elevado nível de estresse na vida de qualquer uma das duas pessoas. Se elas tentam se comunicar, será provável que utilizarão zonas reativas do cérebro que não auxiliam na boa comunicação. Porém uma das técnicas mais importantes para se evitar reagir à pressão ou aliviar estas zonas reativas do cérebro é dar um momento de pausa. Apenas alguns minutos que sejam. A pausa irá ajudar a melhorar o nível de comunicação e o cérebro poderá responder com eficiência ao que está acontecendo.


Como fazer para dar essa pausa tão necessária?



Faça uma escolha de ser mais eficiente e proativa(o) em seu relacionamento. Escolha esperar um pouco para falar, usando as palavras chaves necessárias para sair de cena por, no mínimo, alguns minutos.

Diga que precisa fazer algo por uns minutos e retire-se do ambiente.

Respire fundo por 4 segundos, retenha o ar por 4 segundos, solte-o por mais 4 segundos e permaneça sem ar por 4 segundos. Procure prestar atenção na respiração, tirando o seu foco de atenção da discussão. Coloque suas mãos no abdômen, se for possível e sinta o ar entrando e saindo. Se for o caso, para que possa realizar este exercício quando sentir o estresse aumentando, peça licença e vá ao banheiro. Essa será uma saída estratégia eficiente que te ajudará a tomar as rédeas das tuas emoções novamente. Faça um esforço sincero de manter a calma e recordar a importância daquela pessoa na tua vida.

Esperamos que essas dicas possam ser úteis em seu dia a dia e podem ser usadas em qualquer momento que precisar baixar estresse e manter a calma.

Se você desejar, deixe seu comentário, pois ficaremos muito felizes em saber sua história.

Pode partilhar com amigos também, se acreditar que será útil para eles e convidá-los a conhecer nosso trabalho em www.almaemplenitude.com.br



Um enorme abraço de Luz,

Nós somos,

Alma em Plenitude.